Consultores Financeiros Milagrosos

Ultimamente recebi algumas ligações para me inscrever em cursos de finanças e andei observando que: 85% dos consultores financeiros com métodos milagrosos mostram planos absurdos, planos onde deveríamos praticamentos nos isolar do mundo por anos e viver com o mínimo do mínimo e acumular o máximo, sem recompensas a cada meta atingida, grana pra lazer nada… What a fuck?!?

Esses dias uma secretária de um Coach(treinador) financeiro me ligou me oferecendo um pacote de R$2800,00 parcelado em 12x no cartão para ter acesso a aulas online sobre independência financeira… Perguntei se o programa que ela estava me empurrando deu certo pra ela e o que ela conquistou com ele, resultado: ela gaguejou e disse que todos os programas desse treinador eram muito bons. Mas não foi isso que perguntei. Agradeci e desliguei o telefone. Como ela quer me convencer a investir em algo que não ajudou nem a ela?!

Vou deixar o link de alguns livros sobre finanças pessoais que estão ajudando muito a me organizar de forma correta e no meu ritmo sem atropelamentos nem privações, talvez é o melhor investimento que faço por enquanto.

Livro de finanças pessoais:

O Homem Mais Rico da Babilônia

Segredos da Mente Milionária

O Poder do Hábito

Como Organizar Sua Vida Financeira

Me Poupe!

Fator Enriquecimento

Organização Financeira

Muitos têm métodos milagrosos pra pessoa lidar com o dinheiro e ficar rico da noite pro dia, mas todos esses métodos não falam de uns pontos importantes. Um ponto importante é que não temos o hábito de se relacionar com o dinheiro na forma de retê-lo conosco, outro ponto, é o que todo mundo está careca de saber, que é preciso anotar todos os gastos básicos, por mais que seja chato pra caramba, ou seja: aluguel, babá, luz, supermercado, água, escola filhos, faculdade, telefone/internet, alimentação… Mas apenas anotar e não fazer mais nada não adianta. Anotando nossos gastos teremos uma um base para traçar um objetivo e ‘correr atrás’ ou melhor ‘correr na frente’. Mas como? Simples, se você tem um gasto de $500 em uma semana, ou $2000 por mês, você vai saber exatamente quanto precisa ‘correr atrás’ pra começar a guardar dinheiro. Observe que falei simples, não fácil.

EXEMPLO: Quero guardar $50 por semana, mas gasto $500 então tenho que focar em juntar $700, mas porquê?! Porque assim caso você ‘fuja’ ou ocorra alguma emergência você não precisará tirar do dinheiro que quer guardar, certo.

Guardando $50 por semana para metas a longo prazo e guardar o restante que sobra toda semana como uma reserva de emergência, pois nunca se sabe o dia de amanhã.

Fazendo isso ficará mais simples atingir suas metas, observe que não disse fácil e sim simples. Adotar um estilo de vida financeiramente equilibrado não é fácil, pois temos hábitos financeiros totalmente desequilibrados, mas ao conseguir ter o hábito certo tudo muda e fica mais fácil.

Colocarei os links dos livros que me ajudaram como organizar meu dinheiro para não faltar.

Livro:

O Poder do Hábito – Charles Duhigg

Como organizar sua vida financeira – Gustavo Cerbasi

Investimentos

A moda hoje é falar sobre investimento, isso realmente é maravilhoso e muito importante, porém, investimento não é só poupança, tesouro direto, ações, criptomoedas, etc. Investimento, também, é qualquer coisa quer você consiga comprar e vender com o preço maior do que o que você pagou. Ou seja, se você comprar 10 calcinhas por $20 e vendê-las por $50 em um dia então você lucrou $30 em um dia, se fizer isso por 5 dias serão $150 de lucro (hoje em dia é ainda mais fácil vender aceitando cartões de crédito e débito, deixarei o link da maquininha que utilizei e nunca tive problemas), se a cada vez que atingir esse lucro você investir metade em algo para o longo prazo e a outra metade reinvestir em mais produtos para revenda, estaria assim, multiplicando seu dinheiro de forma rápida e inteligente.

Então antes de cair no papo do gerente do seu banco dizendo que tem um investimento muito bom, pesquise outras formas de multiplicar o seu dinheiro como marketing multinível, revenda de produtos de catálogos, venda de bolos ou artesanatos, não importa, o importante é multiplicar seu dinheiro e com essa multiplicação separar parte para investimentos a longo prazo e metas de curto prazo.

Pra quem não tem tempo de estar se envolvendo com vendas ou marketing multinível e prefere ter investimentos de longo prazo, uma forma segura e fácil é comprar títulos do Tesouro Direto e aguardar seus vencimentos, algumas corretoras não cobram taxa administrativa pra quem investe no Tesouro, ao contrário dos bancos que cobram taxas administrativas absurdas que parecem baixas mas no final você perde uma parte significativa dos lucros.

Cabe a você traçar tuas metas e dar o próximo passo. Deixarei os links abaixo, inclusive da corretora que conheço que não cobra taxa pra quem investe no Tesouro Direto.

Links:

Maquininha de Cartão

Investimentos Inteligentes – Gustavo Cerbasi

O Homem Mais Rico da Babilônia –  George S. Clason (livro)

Arriscando a Própria Pele – Nassim Nicholas Taleb (livro)

Easynvest Corretora de Valores

Vender Roupas

Receitas de Bolo de Pote Gourmet

tributacao-1

Ser ricos ou parecer ricos?

Ser rico é bem diferente de parecer rico, e quase todas as pessoas já entendem isso, mas se entendem isso porque ainda fazem questão de só parecerem ter um patamar financeiro alto e na realidade estão afundados em dívidas como crédito rotativo do cartão de crédito, empréstimos e até mesmo devendo o vizinho, o primo, o bar da esquina, o armarinho da rua de trás, ou seja, endividado de toda forma, e mesmo assim ainda fazem questão de comprar uma blusa “de marca”, no valor de $150,00 e ainda podendo parcelar de 2x sem juros sendo que tem ainda umas 4 bem parecidas no guarda-roupa que ainda não usou. Por que? Apenas pra ter a sensação imediata de falsa riqueza. Em nenhum momento pensam se realmente precisam da blusa e nem refletem que deveriam pagar suas dívidas antes de fazerem novas.
Li no livro, Os Segredos da Mente Milionária, o autor diz que todos nós temos um modelo de dinheiro que, foi moldado ao longo da nossa criação e, explica o porquê da forma que nos comportamos com o dinheiro e também diz que podemos mudar esse modelo e nos mostrar que podemos buscar, possuir e viver em riqueza e em abundância de forma saudável apenas mudando nossos arquivos que constituem esse nosso modelo de dinheiro atual.
Se realmente buscamos riqueza, temos que estar realmente comprometidos com isso, não podemos apenas dizer: “Claro que quero ser rico(a), por que diabos não ia querer?”, temos que buscar informações pra isso, aprender um modelo de dinheiro para o sucesso e riqueza, se comprometer a ponto de perder alguns finais de semana, investir dinheiro e tempo que poderia ser usado para algum lazer… como pode ver enriquecer não é fácil, mas não é impossível. Se nosso objetivo é riqueza e abundância então traçamos as metas e trabalharemos com foco.

“Aquilo que você focaliza expande.”

Livro:
Os Segredos da Mente Milionária – T. Harv Eker

Liberdade ou aposentadoria fantasma?

Vi algumas notícias sobre o rombo na previdência pública que falam sobre o futuro da aposentadoria dos atuais contribuintes do INSS, notícias nada animadoras, pelo menos pra mim soam como caos e incertezas. Preocupada com isso, refleti sobre o que significa aposentadoria pra mim, é mais ou menos assim: Ter dinheiro pra fazer o que eu quero, quando eu quiser e curtir o tempo livre que terei após trabalhar dignamente. Pra muitos brasileiros também deve ter essa visão de aposentadoria, mas essa ideia perfeita está com os dias contados. Escuto pessoas aposentadas se queixando de que não era isso que elas tinham planejado para seus futuros, como não quero ser mais uma estatística tomei a iniciativa de mudar meu futuro hoje. Busquei conhecimentos em livros e sites sobre o assunto aposentadoria e liberdade financeira.

Aprendi sobre como planejar minha aposentadoria sem contar com o INSS como renda principal, contar com ele apenas como complemento de uma reserva feita durante os anos trabalhados e com algum empreendimento realizado ao longo da vida. Não significa juntar 1 milhão de reais para gastar durante a aposentadoria, cada um sabe sua necessidade e com a realidade única, ou seja, o que é perfeito pra mim não é necessariamente bom pra você, os valores são diferentes. Mas seria o ideal as pessoas de todas as gerações buscarem o mesmo conhecimento e garantir uma “aposentadoria” melhor do que a que estamos vendo nos dias de hoje.

Livro:

Adeus, aposentadoria – Gustavo Cerbasi

Autorresponsabilidade e o poder que ela tem

“Você é o único responsável pela vida que tem levado.” Ou no ditado popular, “Você está colhendo aquilo que plantou.” Mas a tradução pra isso tudo é: Responsabilize-se pelas suas atitudes e escolhas, pois ela terão consequências e determinarão teu destino.

De uma forma o de outra o significado é o mesmo, se você faz algo e dá errado você é o responsável, não apenas quando está certo, se foi você quem fez, são se faça de vítima nem busque culpados, assuma a responsabilidade.

Da mesma forma que você é responsável por um erro você também é o único responsável por mudar o esse erro, ou seja, se sua vida não está da forma que você gostaria é porque você levou a esse ponto pelas atitudes e escolhas as quais tomou, a melhor forma de agir é assumir a responsabilidade dos resultados, aprender com ele e mudar, pois você é o único quem pode fazer isso. O nome disso é autoresponsabilidade, descobri que exitem seis leis para a conquista dela:

1. Se for criticar as pessoas… cale-se.

2. Se for reclamar das circunstâncias… dê sugestão.

3. Se for buscar culpados… busque a solução.

4. Se for se fazer de vítima… faça-se de vencedor.

5. Se for justificar seus erros… aprenda com eles.

6. Se for julgar alguém… julgue a atitude dessa pessoa. (Paulo Vieira)

Como tudo em nossa vida, o que falamos/fazemos e como falamos/fazendo são hábitos e, essas leis transformadas em hábitos diários irão trazer tantas mudanças que você mesmo e as pessoas ao redor irão perceber que algo novo está acontecendo, uma nova pessoa está entre eles e coisas boas irão acontecer. Com um pouco de esforço racional e disciplina podemos podemos transformar essas leis em hábitos e muito bons hábitos.

“Mude a si mesmo e o mundo mudará ao seu redor.” PAULO VIEIRA

Livro:

O Poder da Ação – Paulo Vieira, PhD

Desenvolvimento Pessoal – A diferença entre Normal e Comum

familiatv01

Ao ligar a televisão, um canal que já estava sintonizado, passava uma telenovela onde uma filha faz de tudo pra prejudicar a irmã adotiva e faz intriga com todos da família, o pai é adúltero, a mãe se faz de vítima e o avô parece ser algum tipo de empresário corrupto. Vendo aquelas cenas percebi como a televisão passa essa situação toda como se fosse a coisa mais normal do mundo e se algo parecido acontece conosco achamos que é normal, pode até ser comum hoje em dia, mas normal não é.

Li num livro que: Nosso cérebro, que não resiste a estímulos repetitivos sem que haja mudança nele, passa a acreditar que tudo isso de fato é real, aceitável e, por fim, normal… a Neurociência mostra que nosso cérebro acaba por aceitar e até mesmo procurar o padrão que mais se repete.

Lendo isso passei a prestar atenção e diferenciar o que é normal do que é comum. Percebi, muito do que eu achava que era normal não era, um filho matar um pai não é normal, uma país onde quase todos os políticos são corruptos não é normal, pessoas gastarem dinheiro que não têm com coisas que as façam parecer bem sucedidas não é normal, pessoas apertadas em ônibus lotados não é normal, desemprego crescente não é normal, em pleno século XXI pessoas analfabetas não é normal, uma mãe sentir inveja da própria filha não é normal, hospitais lotados de pacientes esperando atendimento do médico que nem trabalhar foi não é normal… eu poderia ficar o dia todo escrevendo, mas prefiro pensar em coisas normais, como filhos com diálogos abertos e frequentes com os pais, pessoas com boa convivem com os vizinhos, hospitais com muitos médicos atendendo todos os pacientes, governantes com objetivo em comum com o povo.

Agora cabe a nós ACORDARMOS e decidirmos se iremos aceitar toda essa coisa que está acontecendo como normal ou iremos mudar a forma de pensar e de agir diante disso. Agir da forma normal (certa) todos os dias até nosso cérebro aceitar o (novo e certo) padrão que mais se repete como normal é o que devemos e temos a obrigação de fazer para garantirmos viver da melhor forma possível que nós seres humanos temos direito.

Deixarei o link do livro para os interessados a mudar e melhorar toda a sua vida e viver da melhor forma.

Livros:

O Poder da Ação – Paulo Vieira, PhD

O Segredo – Rhonda Byrne

Blog no WordPress.com.

Acima ↑