Por que seria importante ser resiliente?

Vivemos tempos sombrios: pessoas perdem emprego, aceitam redução de salário, são despejadas. Algumas desmoronam – afundando na depressão ou sofrendo uma perda de confiança permanente.Mas outras se recuperam. Por exemplo: tem gente que tira vantagem de uma demissão para construir uma nova carreira. O que faz alguém sobreviver aos tempos ruins? A resiliência.

Pessoas resilientes possuem três características que as definem: aceitam com calma a realidade difícil que enfrentam; encontram sentido em épocas terríveis; e têm uma extrordinária capacidade de improviso usando o que estiver à mão.

Durante recessões profundas, a resiliência se torna mais importante do que nunca. Felizmente, é possivel aprender a ser resiliente.”

Trecho retirado do livro Gerenciando a Si Mesmo.

Resultado de dicionário para resiliência (substantivo feminino)

1.FÍSICA: propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica.
2. FIGURADO (SENTIDO)FIGURADAMENTE: capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças.

Nos tempos em que vivemos, desemprego, desespero, caos, crise política, aumento de doenças psicológicas, viraram algo comum para muitos, a moda é “estar em dificuldade e depressão porque o pais ta em crise e não tem emprego” porém, por que algumas pessoas que, vivem em meio a isso tudo, parecem que não são atingidas ou não fraquejam?

A resiliência é um dos grandes mistérios da natureza humana e é incrível como ela pode ajudar a sobreviver e a se recuperar até das experiências mais brutais.

 – Encarar a realidade, em vez de cair em negação e depressão, lidar com a situação com sobriedade e pé no chão. Ajuda a se preparar para resistir a diversas adversidades que podem atingí-lo.

 – Busque sentido, quando acontecer alguma adversidade inesperada, evite se ver como vítima e se perguntar: “Por que eu?” ou “O que eu fiz para estar passando por isso?”. Reflita sobre seu sofrimento com a finalidade de criar pontes de sua provação atual para um futuro melhor.

 – Improvise continuamente, quando a ‘crise’ bater à porta, seja criativo e faça o melhor que puder com o que tem (você com certeza tem muito à mão só precisa conseguir ver), use seus recursos imagiando possibilidades que os outros não vêem.

A resiliência é um reflexo do que está enraizado na mente de algumas pessoas, porém é algo que pode ser aprendido, como um novo hábito.  Para sobreviver hoje em dia, a resiliência pode fazer muita diferença e tornar mais fácil atravessar o período de adversidade. Algumas pessoas fazem uma empresa ou um setor se levantar e se destacar graças a esse mecanismo, uma empresa que atua num setor em crise pode mudar sua situação com um gestor que possui essa habilidade, um pai de família sendo demitido é difícil mas pode encarar com mais facilidade e enxergar uma possibilidade que antes não via e garantir que não falte nada a sua família.

Da psicologia:resiliência é a capacidade de o indivíduo lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas – choque, estresse, algum tipo de evento traumático, etc. – sem entrar em surto psicológico, emocional ou físico, por encontrar soluções estratégicas para enfrentar e superar as adversidades.

Não é dizer que basta aprender isso que tudo estará resolvido, mas quando mais treinamos nossa mente para encarar adversidades com calma, habilidade e foco, a possibilidade que nos levantarmos mais rápido de uma queda é bem maior.

Livro:

Gerenciando a Si Mesmo – 10 Leituras Essenciais Harvard Business Review

Empreender, porque sim! 👍🏽

Fevereiro chegou e agora que o ano irá começar para muitos, estavam todos em clima de férias e curtição, agora todos irão entrar na realidade de um país com a política nova e grandes expectativas de que as coisas agora irão melhorar.

E porque não empreender nesse momento? Pode ser uma oportunidade de ter um negócio próprio (mesmo que pequeno e que você desenvolva em tempo parcial) ou desenvolver alguma atividade para ter uma renda extra.

O que muitos não entendem é que a partir do momento em que a pessoa, por exemplo, faz bolos para vender as fatias junto com um copo de café ou achocolatado em frente à uma escola ou ponto de ônibus já está empreendendo e com essa ideia pode ir longe, muito longe. Para muitos pode ser vergonhoso, mas pra quem tem sonhos, contas, filhos, desejo de liberdade ou apenas desejo de uma grana pra poder comprar algo isso não é vergonhoso, é um meio de ganhar dinheiro de forma digna.

Existem pessoas que apenas vendem, compram pronto algo de alguém e vendem, são bons em vender mas não sabem fazer. Outros sabem apenas fazer mas não sabem vender e alguns são bons em ambas as situações. Não importa onde você se encaixa, o que importa é você empreender de alguma forma: aulas de inglês, serviços de design de sobrancelhas, escovinhas, criador de planilhas… em fim qualquer coisa comprável vira uma forma de ter um negócio, podendo mais pra frente até gerar empregos.

Encorajo as pessoas a empreender pois é uma experiência onde você entende e aprende a dar valor ao trabalho sei e das outras pessoas, você começa a enxergar como patrão e poder criar oportunidades a mais pessoas e para si mesmo.

Um exemplo de empreendedor é um rapaz brasileiro, Rick Chester, que graças a um vídeo com visão empreendedora pode mostrar a vários brasileiros que a crise às vezes é mental.

“Ganhar não é tudo, mas querer ganhar é.”

Deixei o link para a rede social deRick Chester, ele lançou um livro a pouco tempo (se desenvolveu como pessoa e profissional e hoje sua história e atitudes ajudam muitos brasileiros que o acompanham pelas redes sociais). Segue link do livro:

Pega a Visão – Rick Chester

Blog no WordPress.com.

Acima ↑